Entenda por que caminhar na areia faz bem aos idosos

Caminhar na areia é uma das melhores opções de exercícios físicos para praticar no verão.

A idade é implacável: o organismo sofre um declínio funcional inevitável com a passagem dos anos. Dificuldade para ver e escutar, além de dores nas articulações, estão entre as principais queixas dos idosos. Esse quadro, no entanto, pode ser amenizado com a prática de alguns exercícios simples. Com a chegada do verão, caminhar na areia surge como uma das principais opções. Entenda os benefícios da prática e descubra se ela combina com você.

A importância da atividade física na terceira idade

Alcançar a qualidade de vida na terceira idade, adaptando-se às limitações do corpo, pode ser uma tarefa complicada, em especial se o idoso costumava ter uma rotina de trabalho agitada em uma grande cidade.

Sozinho ou acompanhado, a caminhada na praia promove contato com a natureza. Foto: Shutterstock

Com a expectativa de vida aumentando, é preciso compreender que a terceira idade é um período importante da existência humana, merecendo cuidados em todos os aspectos: espiritual, físico, social e psíquico. Nesse sentido, os exercícios físicos surgem como um dos principais aliados na manutenção da tão almejada qualidade de vida.

Caminhar na areia permite contato com a natureza

Quando o idoso se aposenta, é comum que passe mais tempo em casa e acabe se afastando do convívio com a natureza. Além disso, existe uma tendência ao sedentarismo, confundido com a ideia de descansar após a vida dedicada ao trabalho. Permanecer inativo não faz bem para o organismo: em alguns casos, o ócio dá origem à depressão.

Caminhar na areia, além de ser um exercício simples, que não demanda muito esforço ou preparação técnica, também promove o contato com a natureza. Percorrer a praia ao som das ondas, enquanto a força da natureza a imensidão do mar são percebidas, contribui para relaxar a mente e desopilar.

Cuide da saúde ao caminhar na areia

Assim como qualquer atividade física, caminhar na areia exige cuidados específicos com a saúde. Na terceira idade, em função da fragilidade do organismo, as precauções são fundamentais para prevenir complicações.

Permanecer atento ao risco de insolações e de queimaduras é a primeira recomendação para quem pretende caminhar na praia. Se possível, evite o período entre as 10h e as 16h, quando o sol é mais forte. Protetor solar, óculos de sol e boné ou chapéu são itens indispensáveis em qualquer momento do dia.

Da mesma forma, a hidratação não pode ficar de fora. Procure levar uma garrafinha de água a tiracolo ou, se isso não for possível, organize pausas para se refrescar em quiosques ou bares. Beber água durante o exercício é fundamental para evitar a desidratação do organismo.

No que diz respeito ao vestuário, prefira roupas leves e folgadas, que não dificultem os movimentos. Trajes de banho podem ser uma boa opção, mas não há regra a respeito. Para aumentar o conforto, o ideal é caminhar calçando tênis específico para a prática, com amortecedor.

Se, no entanto, você quer potencializar o contato com a natureza, pode caminhar a pé. Nesse caso, procure evitar a areia quente e as regiões mais duras do solo. Seja descalço, com tênis ou até chinelo, só não vale ficar parado no verão, não é mesmo?

Que tal experimentar essa deliciosa sensação de caminhar na areia? Deixe um comentário!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *