Confira 4 ideias de jogos para idosos se divertirem

Xadrez e palavras cruzadas são exemplos de jogos para idosos.

Não são apenas as crianças que precisam se divertir. Ao alcançar a terceira idade, estimular o cérebro é fundamental para que o corpo e a mente se mantenham saudáveis. Jogos para idosos costumam ser uma boa opção de passatempo, mas também um exercício de lógica e raciocínio.

Benefícios dos jogos para idosos

Apesar de serem estimuladas mais na fase da infância, algumas brincadeiras são eficazes na prevenção da perda de memória e na defasagem da capacidade de compreensão. Alguns jogos, como o xadrez, oferecem não apenas momentos de diversão e interação, mas também um desafio de raciocínio e lógica.

Conheça alguns jogos que ultrapassam a barreira da idade e podem ser fonte de diversão e aprendizagem para todos.

Tipos de jogos para idosos

Xadrez

Disputado por duas pessoas, o xadrez é um dos jogos para idosos que propõe até mesmo campeonatos entre pessoas da terceira idade. Com uma proposta de divertir através da competição, o principal objetivo da brincadeira é que os participantes cheguem até a peça “rei” do adversário, atacando com o xeque-mate para vencer a partida.

Xadrez pode unir jovens e idosos. Foto: Shutterstock

Entre inúmeras técnicas, o jogo exige estratégia e raciocínio. Ele traz inúmeros benefícios, como desenvolvimento do pensamento crítico, análise de consequências, disciplina, responsabilidade, velocidade de ação, maturidade do intelecto e desenvoltura para tomar decisões.

Bingo

O bingo é um dos jogos para idosos que praticamente já virou símbolo de integração dos mais velhos. Grande parte das organizações beneficentes promove a atividade como meio de arrecadar fundos enquanto envolve a terceira idade.

No entanto, não é comum refletir sobre as capacidades cognitivas e intelectuais que o jogo proporciona. O exercício mental estimulado pela brincadeira funciona como uma forma de desenvolver a capacidade de atenção, percepção lógica e rapidez na marcação dos pontos.

A competição funciona ao mesmo tempo incluindo uma comunidade e disputando prêmios, provocando uma maior socialização entre os jogadores.

Jogo da memória

Ideal para ser jogado com filhos e netos, esse é daqueles jogos para idosos que mais trabalha a memória, como o próprio nome da brincadeira sugere. Além disso, ela desenvolve a noção de espaço (onde se encontra a peça certa), o raciocínio ágil e a memória fotográfica. É dessa forma que vai se ampliando a assimilação dos conteúdos, das percepções e da inteligência.

As capacidades do cérebro, no caso dos adultos, são melhoradas através da renovação da memória, que é ativada novamente em função do estímulo dos neurônios. Quanto à parte intelectual, é possível escolher temáticas adaptadas para cada faixa etária, o que desenvolverá conteúdos e programas de dificuldade diferentes.

Palavras cruzadas

Talvez um dos jogos para idosos mais acessíveis sejam as palavras cruzadas. Com apenas alguns reais (ou até mesmo centavos), é possível comprar uma revista em qualquer banca.

Diversos neurologistas e psiquiatras incentivam a prática dessa brincadeira como forma de prevenção e tratamento a inúmeras doenças comuns na terceira idade, inclusive o Mal de Alzheimer. O jogo é um exercício cerebral e cognitivo bastante eficiente, estimulando o funcionamento e extensão da memória e do trabalho neuronal.

Outro benefício das palavras cruzadas é que elas são um “tratamento em longo prazo”, mantendo a mente com saúde por toda a vida. A prática permite que os neurônios gerem novas sinapses (ligações de informação entre os neurônios), o que compensa a perda natural deles com o passar do tempo.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *